quarta-feira, 14 de março de 2012

virus - herpes


Remédio inibe reprodução do vírus do herpes e pode evitar lesões na pele
Medicamento deve ser aplicado quando a pessoa sentir coceira.
Se aplicado em tempo, ele evita surgimento de feridas e lesões na pele.
Do G1, em São Paulo
O herpes faz pelo menos 640 mil novas vítimas todo ano no Brasil. Para ser transmitido, o vírus precisa apenas de alguns segundos de contato entre uma pessoa e outra. Depois do contágio, não tem mais volta: você vai carregá-lo pelo resto da vida.
Diferente do vírus HIV, que não é transmitido apenas pelo contato, o do herpes pode ser passado apenas através de um beijo. A doença não tem cura, mas se a pessoa tiver o sistema imunológico forte, consegue evitar novas crises e lesões.  Além disso, o medicamento na hora certa pode evitar também o surgimento das feridas.
Na primeira vez que o herpes aparece, a lesão vem com muito mais força porque pega o sistema imunológico despreparado. O vírus é uma ameaça que o corpo não conhece, portanto não consegue impedir e demora a se defender, deixando o organismo mais vulnerável. Nas próximas infecções, o corpo se acostuma e consegue amenizar as lesões com uma defesa mais eficaz.